Ao Peso da Sombra | Heleno Bernardi

informações em breve

 

A individual é sua primeira mostra de pinturas no Rio de Janeiro.
Questões como o embate do corpo com a cidade, exploradas em intervenções como “Enquanto Falo, As Horas Passam” (colchões espalhados por lugares públicos), na série “Magma” (purpurina sobre imóveis demolidos) e na intervenção “Cassino” continuam presentes em sua produção, mas, agora, partindo da construção de espaços pictóricos abstratos.

Segundo o curador Paulo Sergio Duarte, “estamos diante de um rigoroso e esmerado domínio técnico a serviço de uma poética. Essa prática deriva de um pensamento que domina cada passo à luz de um extenso conhecimento da história da arte moderna e contemporânea e, mais, de uma reflexão que afirma o que o artista quer e não quer na sua pintura”.

Para Heleno, “trabalhar a partir da história da abstração é, antes de tudo, resistir à idéia de ilustrar o mundo. É preciso estar consciente da fortaleza que artistas históricos construíram neste campo para encará-lo sem ingenuidade e achar brechas por onde seja possível criar significado nos dias de hoje. E brechas, em geral, não são visíveis de imediato”.

curadoria | Paulo Sergio Duarte

14 de setembro a 26 de outubro de 2019